sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Discipulado – Uma Arte Esquecida Pela Igreja.

  • Se você fizesse uma retrospectiva de sua vida, você conseguiria pontuar quem são as pessoas que lhe ajudaram a ser quem você é hoje? As pessoas que marcaram e influenciaram a sua vida Cristã? Você se lembra das pessoas que te ajudaram a adquirir maturidade cristã nos seus primeiros anos de conversão? Por outro lado, quais são as pessoas que você tem influenciado? Quantos são aqueles que conheceram a Bíblia através de vocês? Quantos são os que aprenderam a amar e a temer a Deus através das Escrituras e por meio do seu testemunho pessoal demonstrado através de um discipulado formal e informal?
  • Fazendo uma retrospectiva do inicio da minha caminhada cristã, lembro-me que quando Deus converteu o meu coração fiquei ávido por conhecer as Escrituras Sagradas e aprender os princípios fundamentais da fé cristã. Contudo, nos meus primeiros anos de convertido não encontrei ninguém para andar comigo e ensinar-me os passos básicos dessa nova caminhada. Não encontrei ninguém que fosse capaz de me ensinar a orar e a ler com entendimento a Palavra de Deus, coisas simples, mas que são essenciais para aqueles que estão chegando à igreja.
  • Por não ver outro caminho para o meu amadurecimento na fé, decidi comprar alguns livros e buscar conhecer as Escrituras Sagradas sozinho. E o Deus gracioso bondosamente usou esses poucos livros para trazer ao meu coração orientação, maturidade e direção em Cristo.
  • Contudo, este não é o principio primário que Deus estabeleceu para o nosso crescimento na fé; quando olho para as Escrituras Sagradas percebo que e o modelo Bíblico de Cristianismo é o discipulado. Ao chegar à igreja as pessoas deveriam encontrar alguém para andar com elas e ensiná-las a conhecer e a viver através das Escrituras, com o propósito único de agradar e glorificar a Cristo. Alguém que as ajudassem Biblicamente a vencer os medos, os pecados e o desfrutar da intimidade com Cristo.
  • Infelizmente quando falamos em nossas igrejas sobre discipulado algumas pessoas pensam que se trata de um curso preparatório para o batismo e tem dificuldade de entender as dimensões e o tempo de um discipulado. A verdade é que a igreja não tem compreendido que o discipulado é uma tarefa de todas as pessoas e não apenas de algumas pessoas como tem acontecido na atualidade. Além disso, o discipulado não está limitado a um estudo formal, mas ele se estende através de uma amizade madura e constante. As pessoas são ensinadas a guardarem e a praticarem todas as Escrituras não só pela teoria, mas principalmente pela constatação da pratica na vida do discipulador.
  • A ordem de Cristo para a igreja envolve não só o evangelismo de todas às nações, mas também o discipulado daqueles que foram convertidos ao evangelho de Cristo. Se você faz parte da igreja de Cristo, o discipulado é sua responsabilidade.
  • Quero concluir exortando-o a buscar conhecimento nas Escrituras Sagrada para instruir a outros na caminhada Cristã. Se você é casado, solidifique o seu casamento em Cristo, através das Escrituras e, assim ajude biblicamente a outros casais que chegam à igreja precisando de apoio e orientação conjugal. Aprenda a andar com as pessoas e ajudá-las Biblicamente em suas necessidades. Se você tem filhos esforce-se para criá-los na disciplina do Senhor, e assim ajude Biblicamente a outros pais que tenham filhos e que passam por dificuldades na criação dos mesmos. As senhoras, casadas, viúvas, ensinem às mulheres mais jovens a honrar e a amar o seu marido, serem boas donas de casas e criar os filhos na disciplina do Senhor. Os jovens se submetam à autoridade de Cristo e de seus pais, para serem referenciais a outros jovens. É obvio que esses são alguns exemplos, mas existem muitas outras coisas que podem ser feitas, por isso disponha a sua vida para servir a Cristo e ao seu próximo.

Um comentário:

Adalberto A. R. Taques disse...

Não li o texto, mas achei mto legal a imagem ilustrativa. Pena q deixou um espaço no texto, q eu ainda não li mas depois eu leio.