terça-feira, 23 de junho de 2009

Algumas Razões Porque sou contra o movimento Gay

  • Entre plumas e paetês, o que temos visto é um desfile de velhos pecados com nova roupagem. Como dizia o sábio Salomão "não a nada novo em baixo do sol". E é verdade. Pois já nos primeiros momentos após a queda, o homem tentou cobrir seu pecado com folhas verdes de figueira, uma tentativa inútil de se livrar das conseqüências que o pecado sempre trás.
  • E o que vemos hoje é o mesmo homem tentando encobrir o seu pecado com roupas coloridas e maquiagens alegres no rosto. Colorido esse que jamais conseguira esconder o vazio da alma e a depravação da vida. O movimento gay, para conseguir a simpatia do povo procura ser alegre, divertido, comediante, simpático, inclusivista, tentando envolver toda família, na aceitação e no mascaramento de uma realidade comportamental pecaminosa.
  • Creio que precisamos ser voz profética nessa nação e lembrar a todos, que da mesma forma que o pecado trouxe julgamento de Deus, castigo e morte eterna sobre o primeiro homem, Adão, e conseqüentemente sobre toda a humanidade que estava nele representada, o mundo também tem sofrido e ainda sofrera as conseqüências danosas e malignas da deteriorização promovida pelo pecado sexual dos últimos anos. O qual tem promovido a banalização dos valores familiares e dos valores morais da sociedade. O mundo sofrerá as conseqüências da manifestação de juízo de Deus que virá sobre todos aqueles que vivem na libertinagem sexual, que a promove ou que de alguma forma apóia tal comportamento.
  • Na semana passada houve em São Paulo a maior passeata Gay do mundo, um record que não nos trás orgulho. Mas que aquece a economia, promove artistas do terceiro escalão e elege candidatos com baixa moralidade e ética duvidosa.
  • Portanto, por acreditar que o mundo é heterossexual e não gay como diz alguns desse movimento, por acreditar num Deus que criou o homem dentro de uma genética, de uma moralidade e de uma ética heterossexual, citarei algumas razões porque sou contra o movimento gay. Digo de inicio que não incito o preconceito e nem a homofobia. Contudo, não posso concordar e aceitar as práticas e o estilo de vida homossexual. Por isso citarei algumas de minhas razões.

  • 1. Deus é o padrão a ser seguido e obedecido por todos os homens. É em Deus que encontraremos significado para a nossa existência. Fora de Deus tudo é vazio e loucura. Portanto, é em Deus que está o significado e a verdade sobre a sexualidade do homem. A Bíblia, que é a Palavra de Deus, e que trás a vontade de Deus revelada para homem guiar-se, diz que a heterossexualidade é o ideal Deus para a humanidade. Quando Deus cria homem e mulher no Éden, Ele esta estabelecendo ali um padrão. Por isso, sou contra o movimento gay, exatamente, porque ele tenta deformar o padrão estabelecido por Deus. Ser gay, é ser uma deformação do ideal de Deus.
  • 2. Sou contra o movimento gay, porque creio que o comportamento, homossexual é resultado da queda pecaminosa que envolveu toda humanidade a partir do pecado de Adão. Diante disso entendemos que todas as pessoas têm predisposições para praticarem todo tipo de torpeza e pecado, e se não os praticam, é porque graciosamente o Espírito de Deus tem refreado no homem a sua total potencialidade para o pecado. Portanto, “não importa quais raízes biológicas ou familiares possam ser descobertas, não cremos que estas sancionem ou escusem o comportamento homossexual, embora elas possam aprofundar nossa compaixão e paciência para com aqueles que estão lutando para se livrar das tentações sexuais”. Sou contra o movimento gay, porque ele prove a prática e a aceitação do pecado.
  • 3. Sou contra o movimento gay, por ele ser um movimento preconceituoso, que arbitrariamente tenta nos fazer romper com os nossos valores e com as leis já estabelecidas, para aceitar uma pratica que vai contra as escrituras sagradas, contra o modelo familiar socialmente estabelecido e aceito, contra os bons costumes da sociedade, contra a lei natural que foi impressa por Deus no coração do homem. Para o movimento gay, todos que não concordam com o estilo de vida e com a prática homossexual , são preconceituosos. Por outro lado, eles se oporem ás opiniões contrarias à suas práticas não é preconceito. É o que então? Eu quero ter o direito de defender a pureza, de defender a família e os bons costumes, quero ter o direito de defender a ordem natural daquilo que Deus criou.
  • 4. Sou contra o movimento gay, por ser este um movimento promiscuo. Todo gay é promiscuo. Isso é fato. Ainda que alguns jurem fidelidade em suas relações, isso não é verdade. Poderia citar aqui uma infinidade de praticas e locais de promiscuidade gay, que comprovará o que estou falando. Apenas não farei por entender que não será necessário.
  • 5. Sou contra o movimento gay, porque ele distorce as Escrituras, os líderes desse movimento argumentam e distorcem os textos sagrados numa tentava de fazê-los apoiar as suas praticas. Argumentam eles que Deus é amor, por isso, o mais importante é haver amor nas relações sejam elas quais forem. Eles violentam os textos Bíblicos que falam sobre amizade para provar relações homossexuais que jamais existiram, por exemplo. Jonatas e Davi, Rute e Noemi, Jesus e o discípulo João e outros. Os gays têm criado supostas “igrejas evangelicas” que na verdade não passam de casa de satanás, pois promovem enganos e desviam as pessoas da verdade.
  • 6. Sou contra o movimento gay, por ele induzir muitos jovens a assumirem uma prática de vida homossexual , dizendo que eles não devem lutar contra a sua própria natureza, ou seja, as pessoas são estimuladas a assumirem um comportamento pecaminoso como se essa fosse a sua única opção de vida. E todos nos sabemos, que geneticamente nunca foi provado diferença entre uma pessoa heterossexual e uma pessoa homossexual. Socialmente, também não existe um fator determinante e que justifique a pratica homossexual. Portanto sou contra o movimento gay porque ele tira do coração de muitas pessoas, a esperança de uma verdadeira mudança em Cristo.
  • Quero concluir este texto afirmando que:
  • a) “Que há esperança para a pessoa com uma orientação homossexual, e que Jesus Cristo oferece cura, na qual o poder do pecado é quebrado e a pessoa é livre para conhecer e experimentar sua verdadeira identidade em Cristo, e na comunhão de Sua Igreja”. Em Cristo existe libertação para aqueles que vivem na pratica homossexual. “A libertação é adquirida através de um processo que inclui o reconhecimento do comportamento homossexual como pecado, renunciando a prática do comportamento homossexual, redescobrindo amizades saudáveis e não-eróticas com pessoas do mesmo sexo, abraçando um estilo de vida sexual moralmente santo, e fugindo das tentações heterossexuais. Cremos que esta liberdade vem através da fé em Jesus Cristo, pelo poder do Seu Espírito”.
  • b) Que não dever haver preconceito ou descriminação para com as pessoas envolvidas na pratica homossexual. Pois, todas as pessoas foram criadas à imagem de Deus e por isso devem ser tratadas com dignidade humana. Logo, o assédio odioso, atemorizante e indiferente deve ser repudiado. E isso não é compactuar e nem endossar um comportamento que a Bíblia desaprova, e que põem em perigo as pessoas e desonra a Deus.
  • c) “Que as igrejas Cristãs devem estender a mão em amor e verdade para ministrar às pessoas envolvidas na homossexualidade, e que aqueles que contendem biblicamente contra sua própria tentação sexual, devem ser pacientemente assistidos em sua batalha, não banidos ou desprezados. Afirmamos que tanto as pessoas heterossexuais como homossexuais devem encontrar ajuda na igreja, para ajudá-los na batalha bíblica contra todos os pensamentos e comportamentos sexuais impróprios”.

Um comentário:

Lelo disse...

PARABENS PELO SEU COMENTARIO O MMUNDO DEVERIA SER EXATAMENTE COMO DEUS CRIOU MAIS O HOMEM FAZ DA SUA VIDA UM VERDADEIRO LIXO E NÀO ACREDITA QUE SERA JULGADO POR ISSO .